A Cerâmica Gresca é mais 
uma empresa do

Rua Margarida Ferrari Scapinelli, 220
Bairro Engordadouro - Jundiaí – SP / CEP: 13.214-669
(11) 4582.1100 / 4585-1700 - contato@gresca.com.br

Cadastre seu e-mail e receba nossas notícias:

Alvenaria estrutural: economia de até 20% do custo total da obra

A Gresca preparou uma série de conteúdos sobre alvenaria estrutural racionalizada em blocos
cerâmicos como forma de compartilhar informação, promovendo conhecimentos técnicos e
práticos na execução de alvenarias com elementos cerâmicos. Acompanhe nossas publicações
por aqui e pelas redes sociais, e fique por dentro desse e de outros assuntos!

 

Alvenaria estrutural x concreto armado

A alvenaria estrutural é um sistema de construção em que as paredes da edificação fazem a
função de estrutura, ou seja, a estrutura e a vedação do edifício são executadas ao mesmo
tempo. Nela, vigas e pilares não são necessários para sustentar a construção, ao contrário do
modelo convencional de concretagem. A alvenaria estrutural surgiu justamente com a intenção
de substituir a estrutura tradicional, visando uma obra mais rápida, limpa e com custo reduzido.
Para realizar a função de sustentar o peso da estrutura dessa alvenaria, podem ser utilizados
blocos de concreto ou de cerâmica vazados na vertical (sem fundo), e ela pode ser
amplamente utilizada em edifícios de até 4 pavimentos.

Já as obras usuais, executadas em concreto armado, requerem mais tempo, material, mão de
obra e, consequentemente, orçamento. A sequência de execução destas edificações é mais
extensa: primeiro, são necessárias fôrmas de madeira para os pilares; depois, é preciso
confeccionar a armação dos pilares para vários tipos de bitola de aço. Em seguida, a armação
é colocada na fôrma, na posição correta, seguida do preenchimento da fôrma com concreto, e
ocorre a mesma sequência para confecção de vigas para, enfim, serem retiradas as fôrmas. O
tempo mínimo de escoramento gira em torno de 21 dias. Após esse período, é feita a
confecção das paredes e aplicação de chapiscos, massa grossa e massa fina para a execução
do revestimento.

Assim, a alvenaria estrutural é uma forma de edificação bem diferente das construções em
concreto armado. Sua sequência de execução é extremamente simplificada, pois consiste em
apenas duas etapas: confecção das paredes e aplicação de revestimentos com espessuras
mínimas. Neste processo, o consumo de madeira, aço, concreto são reduzidos em, pelo
menos, 90% em comparação ao concreto armado.

 

Simplificando: menos é mais

São muitas as vantagens que a alvenaria estrutural oferece nas edificações. Dentre elas,
podemos citar a extinção do consumo de fôrmas de madeira, aço e concreto, a redução no
tempo de construção, os custos minimizados em relação ao sistema convencional (redução de
até 20% do custo total da obra), a facilidade no treinamento da mão de obra e a maior
organização no canteiro de obras, pois são necessárias apenas a confecção da parede e
aplicação dos revestimentos com espessuras mínimas.

Com a diminuição do volume de material utilizado e o melhor aproveitamento interno pela
inexistência de requadrações de vigas e pilares, o resultado é mais produtividade e economia
no custo final da obra. Fica claro, portanto, que a alvenaria estrutural fornece rapidez e
praticidade, a menores custos e maiores ganhos quando comparada aos sistemas tradicionais
de construção.

 

Eficiência na alvenaria estrutural

Para o sucesso desse processo construtivo, é preciso contar com conhecimento técnico,
processos específicos e material de qualidade. A escolha de um bloco estrutural adequado e
de qualidade é essencial para o êxito no resultado final da obra.

 

Nosso próximo post irá tratar de blocos cerâmicos, material que completa a solução da
alvenaria estrutural, e suas vantagens perante o bloco de concreto utilizado em edificações.

Fonte
– Melo Soluções em Alvenaria. Manual Técnico de Execução de Alvenaria Estrutural
Racionalizada em Blocos Cerâmicos, 2014.