A Cerâmica Gresca é mais 
uma empresa do

Rua Margarida Ferrari Scapinelli, 220
Bairro Engordadouro - Jundiaí – SP / CEP: 13.214-669
(11) 4582.1100 / 4585-1700 - contato@gresca.com.br

Cadastre seu e-mail e receba nossas notícias:

Medidas múltiplas: o ajuste perfeito dos blocos

Medidas múltiplas: o ajuste perfeito dos blocos

Modulação da alvenaria estrutural em blocos cerâmicos – Parte I

Conforme já abordado anteriormente, a modulação dos blocos cerâmicos é uma das mais importantes etapas do projeto de alvenaria estrutural, pois garante a racionalização do
processo de construção e proporciona um alto índice de produtividade na obra. E para que seja possível o ajuste adequado dos blocos cerâmicos na edificação, é necessário que as dimensões do projeto sigam o padrão modular, ou seja, possuam medidas múltiplas de dimensão padrão. A seguir, vamos tratar desses padrões dimensionais e das famílias de blocos, necessárias para definir a unidade modular que será utilizada para a modulação das fiadas.

As famílias na modulação

 

A família de blocos cerâmicos é concretizada pelo conjunto de componentes necessários para a construção das alvenarias e suas amarrações em regiões de cruzamento de paredes e outros
elementos. Ela permite criar soluções modulares e tem como característica comum a mesma largura. São os blocos inteiros, os mais utilizados na elevação das paredes, que irão definir a
modulação do projeto. Para os blocos cerâmicos, a convenção é dada pelo comprimento. O módulo a ser utilizado precisa ter a medida do seu comprimento acrescido de 1 cm,
considerando-se a espessura da junta vertical ou a medida da meia peça da família mais 1 cm. O blocos mais utilizados são os de 14 cm, e possuem duas categorias: uma com comprimento
de 29 cm e outra com comprimento de 39 cm. Além das famílias de 14 cm, outras famílias com dimensões de fabricação muito comuns são de 11,5 cm e 19 cm. Na dimensão de fabricação 11,5 x 19 x 39, tem-se a dimensão modular 12,5 x 20, com modulação dos vãos na planta de arquitetura múltipla de 20 cm, em geral, podendo haver variações. A dimensão de fabricação
14 x 19 x 29 traz a dimensão modular 15 x 30, com modulação dos vãos múltipla de 15 cm. Já os blocos fabricados com a dimensão 14 x 19 x 39 possuem a dimensão modular de 15 x 40
que, na planta, são múltiplos de 20 cm em geral, podendo aparecer medidas diferentes. E os fabricados com 19 x 19 x 39 têm 20 x 40 de dimensão modular e são múltiplos de 20 cm.
No caso das dimensões do projeto arquitetônico não serem modulares, quanto menor o módulo utilizado, mais fácil será o ajuste necessário. Portanto, as dimensões múltiplas de 15 cm são as mais adequadas. Para uma modulação racionalizada, devemos utilizar o mínimo de peças especiais possível. Porém, algumas peças são importantes para a melhor distribuição das
cargas verticais e, consequentemente, para o melhor desempenho da alvenaria.

Modulação Horizontal – Primeira fiada: como fazer

 

A definição da modulação das fiadas é igualmente fundamental para o projeto, pois é nela que se determina o posicionamento exato de cada bloco cerâmico na parede. Sobre a planta baixa,
já com as medidas modulares, inicia-se a distribuição dos blocos da primeira fiada, tendo como base uma extremidade. Na sequência, desenha-se, sucessivamente, módulos de 14 cm + 1 cm
ou 19 cm + 1 cm de junta, até os encontros de parede, onde deverão ser observadas as amarrações-padrão, amarrando cômodo por cômodo, até o fechamento total da edificação.
A distribuição dos blocos inteiros no plano deve ser feita com as juntas amarradas, ou seja, as juntas verticais devem se defasar de no mínimo 1/3 do comprimento dos blocos e nunca com
juntas a prumo (solução não permitida em alvenaria estrutural). Para a ligação de duas paredes, a melhor solução é a amarração direta, que consiste no intertravamento dos blocos.
Também é possível executar a amarração indireta, onde a junta vertical do encontro das duas paredes fica a prumo. É uma solução permitida, desde que devidamente ligada com armadura,
sendo normalmente constituída por grampos metálicos ancorados nos furos verticais dos blocos que unem as duas paredes e que os mesmos sejam grauteados.
No próximo texto, seguiremos com informações sobre modulação da alvenaria estrutural e a aplicação dos blocos cerâmicos de acordo com cada família e variação de dimensões.

 

Continue nos acompanhando por aqui e pelas redes sociais!

Fonte

– Melo Soluções em Alvenaria. Manual Técnico de Execução de Alvenaria Estrutural
Racionalizada em Blocos Cerâmicos, 2014.